Radio online

domingo, 27 de novembro de 2016

Cairo Batista manda recado para Jardel fechar as contas do seu governo cumprindo a sua responsabilidade e não fazer contas para o próximo

Dizer que funcionários efetivos e concursados vão apenas substituir funcionários comissionados é uma visão equivocada. Cargos em comissão são de livre nomeação do Prefeito, que os pode preencher ou não. Se o Município tiver necessidade e recurso financeiro nomeia e se não tiver demite, o que não pode ocorrer com os funcionários concursados porque por lei eles possuem estabilidade.


Vamos repetir o título aqui em letras maiúsculas para que fique muito claro e explicitado para quem é bom e para quem não é bom entendedor, “É COMPROMISSO DE ADIB, FAZER CONCURSO PÚBLICO EM SUA GESTÃO”. Mais didático do que isso é impossível, porém o que é importante mesmo nessa frase é que fique bem definido que o compromisso de fazer concurso é dele, feito em reuniões e no seu plano de gestão. O Prefeito eleito Adib Elias não precisa da ajuda do atual Prefeito para cumprir os seus compromissos, ele teve quatro anos para cumprir os seus e se não o fez e foi reprovado pela população não é culpa nossa e em momento algum foi solicitado a sua ajuda para qualquer ato da próxima gestão.
A palavra chave para o que está acontecendo com essa história de concurso é “SABOTAGEM”, isso mesmo, esse concurso e outras ações de fim de governo que estão sendo colocadas em curso é uma tentativa desesperada de sabotar e criar empecilhos para que o deputado Adib não consiga deslanchar a sua administração já nos seus primeiros dias, o que fica mais claro ainda com a tentativa desesperada do Deputado Estadual da situação de se colocar na posição de oposição extemporânea, antes mesmo que o novo governo assuma, o que foi alvo de outro comentário meu aqui na rede.
O concurso é extemporâneo, inoportuno, fere a lei de responsabilidade fiscal, têm a finalidade politiqueira de inviabilizar a futura gestão de Adib Elias e está sendo realizado sem processo licitatório e por uma empresa de reputação duvidosa que pode ser detectada em uma simples consulta na internet. Num momento de crise e incertezas econômicas como esse é temerário aumentar despesas sem ter a certeza de que terá receitas suficientes para cobrir.
O Prefeito eleito Adib Elias é totalmente a favor de concurso público, tanto é que como Deputado Estadual têm lutado bravamente na Assembléia Legislativa contra as chamadas “OS” que o Governador quer implantar em Goiás na educação e em quase toda a administração estadual. Para fechar o assunto, depois do pleito eleitoral o que um governante responsável faz e fechar as contas do seu governo cumprindo a sua responsabilidade e não fazer contas para o próximo, proceder de outra forma se chama “má fé”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário