Radio online

sexta-feira, 30 de dezembro de 2016

Governo federal corta recursos das UPAS e Adib diz que suas primeiras ações será um convenio com a santa casa

Em catalão Adib adiantou que ao assumir a prefeitura uma das suas primeiras ações na saúde será um convenio com a santa casa para voltar atender o povo catalano diretamente no Pronto Socorro, mas o UPA continuara atendendo casos menos graves como curativos e outros, porém os casos mais graves não precisara mais ser feito triagem pela UIPA.

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, anunciou também nesta quinta-feira mudanças que flexibilizam o funcionamento das Unidades de Pronto Atendimento, as UPAs 24 horas. Uma das alterações é a redução de quatro para dois médicos o número mínimo exigido desses profissionais para uma unidade dessas começar a funcionar. Um trabalharia no período diurno, e outro, no noturno. O ministro argumentou que há hoje no país 165 UPAs já concluídas e que não estão funcionando porque os prefeitos estão sem recursos para inaugurá-las e colocá-las para atender à população. Ricardo Barros disse serem preferíveis dois médicos de que nenhum.


O ministro anunciou também que as UPAs funcionarão em integração com outros serviços de saúde disponíveis nos municípios, como o compartilhamento e uso de equipamentos de apoio e diagnóstico da rede local.

Nenhum comentário:

Postar um comentário