Radio online

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2017

PRF finaliza leilão de veículos e Catalão será a primeira cidade a ter os veículos recolhidos

Mais de 1,3 toneladas de materiais ferrosos foram arrematadas por uma empresa do ramo siderúrgico no leilão realizado pela Polícia Rodoviária em Goiás na manhã de segunda feira (30). A quantidade de metal estimada será proveniente da trituração de 2.616 veículos que estão recolhidos ou abandonados nos pátios da instituição pelo estado.

O processo de descontaminação, descaracterização e compactação dos veículos terá início na segunda quinzena de fevereiro no pátio da Unidade Operacional de Catalão. A estimativa da comissão responsável é que no prazo de 60 a 90 dias a empresa tenha realizado o processo de prensagem em todo o estado.

Esta modalidade de leilão de veículos, que tem como objeto o material ferroso destinado à reciclagem, é pioneira em Goiás e pode tornar-se o modelo de destinação de veículos apreendidos a ser utilizado por outros órgãos de trânsito do estado.

Estudos técnicos feitos pela Comissão de Leilão demonstram que atualmente a reciclagem de automóveis é realizada, de forma quase sistêmica, na Europa, nos Estados Unidos e no Japão, onde são reciclados veículos acidentados em condições de perda total, cuja reparação não é economicamente viável ou, então, veículos cuja condição de tráfego não é mais segura.

O leilão para reciclagem exige que todos os veículos passem por um processo de descontaminação e a compactação no pátio do posto para evitar que peças, partes ou o próprio veículo inteiro voltem à circulação.

Além dos benefícios ambientais provenientes da correta destinação e da reciclagem dos componentes veiculares, a destruição total do veículo tem importante contribuição na economia, ao impedir a comercialização das peças no mercado ilegal.

Outro benefício de se utilizar essa modalidade está em não permitir que veículos sem condições de segurança voltem a circular nas rodovias.

Como instituição, o esvaziamento dos pátios tem um importante fator humano e até motivacional. Bens abandonados no pátio ou retidos há muito tempo geram riscos à saúde dos servidores, pois além do interior dos veículos se transformarem em abrigo para animais peçonhentos, proporcionam ambiente favorável à propagação de doenças. Além disso, o esvaziamento dos pátios restabelecem condições adequadas para a guarda de veículos e proporciona o incremento da fiscalização.

A Gerdau Aços Longos S/A foi a empresa vencedora do leilão oferecendo o melhor lance para a compra de 1.356.961 quilos de material ferroso a ser reciclado, no valor de R$ 0,19 pelo quilograma.

Vale lembrar que de acordo com a PRF Catalão será a primeira cidade a ter os veículos recolhidos. Com Previsão já para segunda quinzena de Fevereiro.

Fonte: PRF Catalão

Nenhum comentário:

Postar um comentário