Radio online

quinta-feira, 30 de março de 2017

Pai foi culpado de criança perder as vistas ao presentear filho com brinquedo perigoso para as vistas

Se você realmente ama seus filhos não presenteia eles com esses tipos de brinquedos 

Por causa de um brinquedo presenteado pelos próprios pais, essa criança perdeu 75% da visão! Infelizmente, o caso dela não tem mais volta, mas ainda é possível salvar milhares compartilhando essa mensagem para amigos e familiares. Trata-se daqueles lasers que viraram febre tempos atrás e que agora está voltando a circular no mercado em várias versões: lapiseira, apontador e até canetas. A criança, que não teve o nome revelado, ganhou o laser e apontou inocentemente para os olhos, perdendo gradativamente a visão.

As ponteiras a laser vendidas para o público, no passado, tinham uma saída máxima de 5 mW, considerada inócua ao olho humano. No entanto, a caneta a laser que provoca danos à visão tem uma saída de laser de 150 mW.
O uso de lasers que podem ameaçar o olho normalmente é restrito a ambientes profissionais e militares. Acidentes com este tipo de caneta ainda são raros. No entanto, os oftalmologistas alertam que dispositivos a laser, com uma potência de até 700 mW, são facilmente comprados pela Internet.


á registros de canetas, como a que provocou o acidente, com até 300 mW, ou seja, lasers de alta potência estão sendo comercializados como se fossem apenas “laser pointers”, produtos menos potentes. E além das
canetas, os sites oferecem espadas a laser e outros dispositivos eletrônicos de alta potência como se fossem brinquedos.
Os consumidores destes produtos são, na verdade, vítimas potenciais destes "brinquedos perigosos", pois não conseguem distinguir se um determinado laser é inofensivo ou perigoso à visão. E pela proliferação destes produtos na Internet, poderão ser registrados, num futuro próximo, muitas outras lesões oculares.

Mas a luz de uma lâmpada é difusa e a de um feixe de laser está concentrada, portanto, o efeito de cinco miliwatts no olho é 10.000 vezes mais intenso.
A forma como o olho focaliza intensifica a atuação do laser. A luz verde entra e vai direto para a fóvea, o centro da retina. O pigmento mais escuro na fóvea absorve a luz como o calor: rapidamente, elevando a temperatura da retina.
O grande perigo do manuseio indiscriminado deste tipo de objeto é que o laser de alta potência dá ao ser humano menos tempo para desviar o olhar antes que a lesão ocorra. E quanto mais potente for o laser, mais danos oculares são causados em microssegundos".

Nenhum comentário:

Postar um comentário