Radio online

quarta-feira, 3 de maio de 2017

PREFEITO DE CALDAS NOVAS PERDE O MANDATO E AINDA TEM QUE PAGAR MULTA

A Justiça Eleitoral cassou em 1ª instância o mandato do prefeito Evandro Magal (PP), e do vice-Dr Fernando Resende (PPS) da cidade de Caldas Novas GO. A decisão foi divulgada na tarde desta terça feira dia (02/05/2017), Segundo a condenação eles tiveram seus diplomas cassados. Além de perder o mandato, o prefeito foi condenado a pagar multa de 80.000 UFIRs.

A Justiça Eleitoral através do Juiz de Direito Exmo: Tiago Luiz de Deus Costa Bentes, reconheceu a pratica do abuso do poder de autoridade e abuso na utilização de meios de comunicação social por parte de todos os representados, bem como de conduta vedada de propaganda extemporânea. Na Ação a Justiça eleitoral acatou o pedido do Ministério Público, mas a decisão cabe recurso.

De acordo com a sentença o prefeito e vice foram declarados inelegíveis por oito anos, com isso a justiça eleitoral pode determinar a realização de novas eleições no município há qualquer momento.

Toda investigação começou através do promotor Rafael Machado de Oliveira, da 7ª Zona Eleitoral de Goiás, o MP propôs ação de investigação judicial eleitoral e representação por condutas vedadas contra o prefeito de Caldas Novas e candidato, Evando Magal; o candidato a vice-prefeito Fernando de Oliveira Resende; e o proprietário do Jornal É+Notícias, Eric Roberto Pessoa, por utilizarem notícias do município para mascarar a promoção pessoal do atual prefeito e candidato à reeleição. Também foram acionados o secretário municipal de Comunicação, João Paulo Teixeira, e a sócia da agência Espaço Nobre Comunicação e Marketing Ltda., Cleuza Maria Carvalho, todos envolvidos no esquema.

Veja este vídeo da TV Caldas


video

Nenhum comentário:

Postar um comentário